Wednesday, April 22, 2009

Imposto de Renda, realmente necessário?

Em mais um dia na sala da justiça, ou melhor, no laboratório de biologia celular (sempre bem acompanhado pelas Bactérias e Leveduras) tendo através dos meus superpoderes (pois só desta maneira para conseguir fazer a declaração do IRPF) decifrar os símbolos sagrados do Santíssimo IRPF2009. Sei que pode parecer brincadeira porém não é, quem é obrigado a fazer a declaração sabe bem do que eu estou falando (e pode ter certeza que o enigma só tende a expandir conforme as variáveis que são acresidas, como movimentação através de day trade e opções sabem bem do que estou falando).

Eu sempre fiquei maravilhado como os sentimentos são sazonais, e como nós somos influênciados pelas emoções que nos cercam. Por exemplo época de carnaval, antes mesmo de chegar a semana do carnaval todos já estão eufóricos, esperando avidamente por momentos de curtição. Bom, como eu não comparilho da mesma opinião em relação ao carnaval vou me dar ao direito de descrever um outro sentimento sazonal.
Sempre no mês de abril eu me sinto estranho, uma certa ansiedade em conseguir um monte de papéis que serão utilizados, eu sinto que não sou o único a ter tal sensação vez que vários sites e revistas abordam o assunto. Sim, todo mês de abril eu penso que seria melhor não receber salário e ainda mais, que bolsa de valores não é um negócio tão bom assim (mesmo quando ela não para de aumentar, o que claramente não foi o visto neste último outono). E este sentimento nasce do fato de que, uma vez que você recebeu um salário e/ou foi ambicioso nas suas finanças terás que preencher a declaração IRPF. Depois do preenchimento, com toda a cautela e zelo, você ainda precisa pagar o imposto, e neste momento encontramos a segunda maratona, pois temos que baixar outro programa para gerar um DARF para ser pago nas agências bancárias.
Isso tudo demanda tempo e claro dinheiro, atualmente morando no Canadá começo a ter uma impressão diferente de impostos, e não reclamo mais em pagar os mesmos, entretanto aqui os serviços públicos funcionam, e por tal fato acredito que meu dinheiro esteja sendo gasto de forma honesta e correta. Agora quando pago o meu IRPF no Brasil e abro as revistas e jornais, devo ser honesto em dizer que me sinto roubado e com meus direitos alienados, pois o dinheiro que recebi trabalhando honestamente vai ser direcionado para alguns deputados, senadores, veradores e ainda todos os/as seus/suas acompanhantes nas suas belas viagens para o exterior. E que os convidados não se preocupem, pois a tapioca é por conta do cartão de crédito corporativa.
É pra isso que pago imposto? Infelizmente, ao que tudo indica sim, pois quando fui no Hospital das Clínicas (e é bom deixar claro aqui que este é referência na América Latina) para tirar uma radiografia após um tombo de moto qual não foi a minha surpresa em saber que não tinha ninguém operando as máquinas, aliás a máquina pois uma das duas estava quebrada.
Bom, por hoje é só pois ainda tenho que acabar a minha declaração....

2 comments:

  1. É Feioso, nessas horas eu fico tão feliz por ganhar pouco, rs

    Mas sei que devo parar de me divertir com o sofrimento alheio e ir me preparando. Por pior que seja, espero um dia ter que declarar... não dá pra ficar recebendo essa miséria para sempre, rs

    Obs.: acho que eu nem deveria comentar. Tu some por diiiiias... nem merece comentário. Merece mais é ficar sozinho aí com sua falta de comprometimento! hahuahuauhaa

    Beijos

    ReplyDelete
  2. Pois é amorrr,
    Piora mais ainda quando vc colocar a esposa hehehe!
    Ainda bem que acabou! E acabou por um tempão... Nessa época do ano que vem estaremos tentando desvendar como fazer tudo isso em inglês! Pelo menos vai ser para receber mais dinheiro e não para pagar né!

    Te amo! Beijão

    ReplyDelete