Thursday, April 23, 2009

As bolhas econômicas, o capitalismo essêncialmente puro e as oportunidades de mercado - Parte I

Olá a todos...



Já quero esclarecer a todos que este post vai expor um ponto de vista extremamente particular, e fortemente recomendo que aqueles que não estiverem de acordo com as idéias atirem as pedras, eu não hei de pensar que todo o céu é azul, logo não espero que todos concordem com o meu ponto de vista, e digo mais, muito saluto aqueles que não compartilham dos mesmos princípios.


Ao longo da história da econômia podemos verificar que igualmente a um Ecocardiograma o mercado vive de picos altos e baixos, o que vem a me aliviar, pois aprendemos no último capítulo do E.R (Plantão Médico) que quando a linha do Eco não sofre mais oscilação o paciente esta morto.


Da mesma maneira que nós seres humanos, a econômia esta viva e pulsante, o que não há de surpreender o mais vívido leitor, pois como sabemos quem constroi, regula e destrói a econômia somos nós, e todas as nossas emoções relacionadas ao dinheiro.
Um velho ditado já dizia, "quer conhecer um homem, de dinheiro e poder para o mesmo", todos os seres humanos são ambiciosos na essência, o que não podemos julgar e muito menos achar negativo pois foi graças a essa ambição que chegamos a esse ponto da evolução. Um dia lá atrás os nossos antepassados decidiram começar a explorar a natureza e animais, deixando de ser nomades.
Através deste sistema as sociedades começaram a se formar, as diferenças foram acentuadas e com tempo, porque não explorar o próximo. Porque não colocar os mais fracos para fazer o trabalho necessário para fortalecer e enriquecer o sistema já vencedor?
E assim foi, vários exemplos foram demonstrados através da história, talvez o mais gritante e cruel tenha sido o sistema escravista. Onde na realidade, os Negros dominantes da África vendia os Negros das tribos dominadas. E desta maneira começamos o nosso sistema capitalismo.
Os anos foram passando, os sistemas sedimentando e os modelos econômicos se fortalencendo. Estes modelos ao longo dos anos começaram a demonstrar o tamanho da ganância dos seres humanos, todos querem tirar uma fatia do queijo, todos querem um fatia do bolo. Porém, quanto mais uma pessoa ganha mais ela deseja, e o único jeito de conseguir mais de uma fatia deste bolo é através da exploração do próximo.

1 comment:

  1. E a parte II nada.....
    Cade amor? Vc não falou que ia escrever sempre??
    Beijosssss

    ReplyDelete